Máyá - Grupo de Teatro Amador e Didáctico - Apresentação
A companhia d'O Cavaleiro da armadura enferrujada - Cascais, 2014

O Grupo de Teatro Amador Máyá foi fundado por H.H. Jagat Guru Amrta Súryánanda Mahá Rája, Presidente da Confederação Portuguesa do Yoga, e tem levado à cena várias peças de cariz formativo e lúdico, baseadas nos Shástra e nos contos da Tradição Profunda Europeia e Mundial, sempre com carácter didáctico e com o objectivo de Desenvolvimento Pessoal e do alargamento da Consciência.Todos os actores, encenadores e equipa técnica são praticantes do Yoga Sámkhya e orientam-se pelos valores do Karma Yoga/voluntariado, de acordo com os princípios do chamado Serviço e dos Yama e Niyama – bases do Yoga, em prol da expansão e divulgação pública da Nobre e Ancestral Causa Filosófica do Yoga e do Sámkhya.

Repertório (2004-2016) :

2016:  Encenação de A História Interminável, de Michael Ende, Teatro Júlio Resende, Faculdade de Letras de Coimbra.

2014: Encenação da peça em Teatro de Sombras O Cavaleiro da armadura enferrujada, de Robert Fischer, Centro Cultural Paula Rego, Cascais.

2013: Encenação da peça Aforismos da Tradição, a partir de vários textos curtos da Tradição da Índia, Fórum Lisboa, Lisboa.

2012: Encenação da peça As Cartas de Amor de Mariana Alcoforado, de Mariana Alcoforado, Dia Mundial do Yoga, Centro Cultural Pax Júlia, Beja.

2011: Encenação da peça Tudo isto é a minha Córdoba, Texto Inédito, V Encontro Ibérico do Yoga, Córdoba.

2010: Encenação das peças A Lenda do Beijo eterno e “A Lenda do Vento que soa”, a partir de Lendas da Região Nortenha de Portugal, Sortelha.

2010: Encenação do texto clássico indiano Mahábhárata, IV Encontro Ibérico do Yoga, Tavira.

2009: Encenação da peça de teatro O Povo-Luz e os Homens- Sombra, Texto de Ana Zanatti, com crianças e adultos, e apresentação no Museu da Fundação Oriente.

2008: Encenação da peça de Teatro Elfanel e o Homem que Voa.

2008: Encenação da peça de Teatro O Mundo aos quadradinhos, Dia Internacional do Yoga, Lisboa.

2006: Encenação da peça de Teatro Os Sete portais, O Beijo de Amor e Branca Luz, adaptação da história infantil A Branca de Neve e os Sete Anões.

2005: Encenação da peça de Teatro Narigudo e o lobo três patas.

2004: Encenação da peça de Teatro Na Márga – textos do Bhagavada Gítá